Canonet: a lenda vive

A primeira Canonet de 1961 incorporou o sistema de medição da empresa chamado de “olho eletrônico”, que utilizava a própria lente como medidor de exposição. A Canon afirmou que o medidor iria perceber a luz da mesma maneira que a lente, criando assim uma exposição automática mais precisa.

Com essa inovação a Canon apresentou a capacidade da câmara para tirar fotografias rapidamente, sem a necessidade de mexer com as configurações. Basta enquadrar sua foto e “clicar”.
Quando a câmera foi lançada no mercado, foi como uma tempestade…o equipamento oferecia uma lente rápida de 45mm f/1.9 e o preço era muito baixo. Em Tóquio, o estoque de câmeras se esgotou em menos de duas horas. Dois anos mais tarde a Canon lançou a versão totalmente automática da câmera, a Canonet Jr, sem as capacidades manuais da original.

Em 1964 a sucessora da original, a Canonet S, chegou com uma lente de 45mm e f/1.7 e algumas modificações: o medidor de exposição agora era de selênio o que garantia boas fotos mesmo com pouca luz. Muitas variações do modelo foram criadas até 72, quando a Canonet G-III 17 foi lançada. Até hoje a câmera é muito procurada por quem gosta de fotografar na rua. Mesmo que ela não tenha a qualidade de câmeras mais caras como a Leica, ela sobrevive ao tempo e é uma ótima opção para os apaixonados por filme.

Porque a 35mm é uma das melhores escolhas para minha primeira lente?
A 35mm é uma lente que muitas vezes passa despercebida e esquecida até por fotógrafos mais experientes. A distância focal (com uma câmera full frame) nos dá a sensação próxima ao olhar humano e além disso faz nosso corpo trabalhar para fotografar. Precisamos nos movimentar para conseguir a composição correta.

Ela é uma lente versátil, então para quem ainda está se descobrindo na fotografia, com ela você pode fotografar paisagens, street, produto, retratos e praticamente todo o resto. Para quem gosta de filmar com DSLR também é excelente, pois normalmente as 35mm são claras e dão um bom efeito bouquet.

Outra questão importante é que com essa lente você vai interagir com seus assuntos, lentes zoom podem deixar o fotógrafo um pouco preguiçoso e essa lente com certeza vai fazer você se envolver com o que está sendo fotografado. A lente deixa a sua câmera mais compacta por ser pequena, as vezes até menor do que a famosa 50mm. Não é necessária muita luz para fotografar com ela, já que a maioria das 35mm oferece aberturas de f/1.2 à 2.0.

Independente da marca de câmeras que você usa, você conseguirá encontrar uma boa versão da 35mm para sua.

canonet e fuji 35mm